Arthur do Val tem mandato cassado pela Alesp e ficará inelegível por oito anos

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) aprovou nesta terça-feira, 17,  por unanimidade, a cassação do mandato do ex-deputado Arthur do Val (União Brasil). Foram 73 votos favoráveis — era necessária uma maioria simples, de 48 parlamentares, para a aprovação. Apesar de já ter renunciado ao cargo em abril, do Val perderá seus direitos políticos e ficará inelegível por oito anos. Conhecido nas redes sociais como “Mamãe Falei”, o ex-deputado estava sofrendo um processo por quebra de decoro após ter feito declarações machistas sobre mulheres ucranianas. Durante sua passagem ao país, o ex-parlamentares mandou uma série de áudios a colegas do MBL com comentários sexistas. Em um deles, disse que as mulheres ucranianas “são fáceis porque são pobres”. Logo após o vazamento, o próprio parlamentar assumiu a autoria dos áudios, se desfiliou do Podemos e se afastou do MBL. Após o Conselho de Ética aprovar a cassação do mandato, ele renunciou ao cargo.


Fonte: Jovem Pan

Compartilhe