Academia Brasileira de Ciências terá mulher no comando pela primeira vez

A Academia Brasileira de Ciência (ABC) elegeu, na terça-feira (29) a biomédica Helena Nader como a nova presidente da instituição — Ela será a primeira mulher a ocupar o cargo em 105 anos de existência da entidade.

A posse histórica ocorrerá entre 3 e 5 de maio no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. O mandato será exercido no triênio de 2022 a 2025. A vice-presidência fica a cargo do professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Jailson Bittencourt de Andrade.

Helena Nader será a primeira mulher a presidir a Academia Brasileira de Ciências (Fonte: ABC/Divulgação)Fonte:  ABC 

Helena Nader é professora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) há mais de 30 anos. É graduada em biomedicina e biologia pela Unifesp e possui pós-doutorado pela Universidade do Sul da Califórnia.

Além do ensino, atua como pesquisadora. Estuda a estrutura e função biológica de diferentes tipos de açúcares e derivados no corpo. Possui mais de 380 artigos publicados em revistas científicas e já orientou mais de cem alunos de mestrado, doutorado e pós-doutorado.

Nader acumula vários prêmios e honrarias na sua carreira no ensino superior. Entretanto, declara que o maior desafio da ABC é o ensino básico, segundo entrevista concedida ao jornal Folha de S.Paulo.

A cientista diz que o país precisa reconstruir a educação, desde o pré-escolar até a pós-graduação. Ela critica o corte de bolsas e a falta de investimento em ciência do atual governo, e aponta a necessidade de construir políticas públicas permanentes no Brasil.

Além disso, a nova presidente do órgão diz enxergar sua nomeação como um reconhecimento da luta histórica das mulheres. Ela quer servir de exemplo para que meninas mais novas, principalmente, saibam que não existem limites para que elas se tornem quem quiserem.

Veja a postagem original em: TecMundo

Compartilhe