7 melhores gerenciadores de senhas para o seu celular

Cada vez mais serviços estão migrando suas operações para plataformas digitais e superapps, tornando essencial o uso de senhas seguras. Para evitar errar a combinação e acabar bloqueado do serviço, é interessante utilizar um gerenciadores de senhas.

Ainda que praticamente todos esses aplicativos ofereçam quase as mesmas funções, existem algumas diferenças, e o Tecmundo preparou essa lista para ajudar a escolher qual gerenciador atende melhor cada perfil (e o bolso) de cada usuário.

Requisitos para um bom gerenciador de senhas

Além de encriptação de dados, gerenciadores de senhas podem oferecer recursos extras interessantes, e apesar de parecerem simples, algumas são praticamente essenciais, como uma senha mestra, preenchimento automático, e copiar senhas com um toque.

A maioria desses serviços oferecem planos gratuitos, mas é recomendado contratar assinaturas, principalmente para quem lida com dados sensíveis como chaves de corretoras, senhas de muitos bancos e carteiras digitais.

Microsoft Authenticator — Gratuito

Os usuários de serviços da Microsoft, como Windows e Office 365, provavelmente já possuem o Autenticador MS instalado para verificação multifatores, mas a MS adicionou recentemente a função de gerenciamento de senhas.

Apesar de não ser recomendado deixar senhas salvas em navegadores, caso o usuário já as tenha, é possível importá-las facilmente, e dados na conta Microsoft são sincronizados automaticamente.

Autenticador Microsoft funciona como gerenciador de senhas desde 2020, inclusive com preenchimento automático em sitesFonte:  Microsoft 

O gerenciador permite copiar usuário e senha com um toque e desbloqueio via biometria, mas, por não possuir senha mestra, não é o mais recomendado para dados sigilosos. Entretanto, atende bem quem precisa lembrar apenas a senha dos streamings que assina.

LastPass

O LastPass possui uma assinatura familiar de R$ 18,80 (US$ 4) mensais, mas um de seus destaques é que a versão gratuita oferece mais recursos importantes que alguns concorrentes.

O aplicativo traz em todos os planos um gerador de senhas, acesso em múltiplas plataformas, preenchimento automático, autenticação em duas etapas e armazena dados de cartões e informações de pagamento.

A versão paga ainda traz monitoramento da dark web, que acusa caso alguma de suas senhas tenha sido vazada eventualmente, 1 GB de armazenamento em nuvem encriptado, e até seis cofres individuais de senhas no plano familiar.

Bitwarden

O Bitwarden foi lançado em 2016, sendo relativamente novo e também oferece um plano gratuito, porém mais simples. No entanto, a assinatura pessoal custa apenas R$ 47 (US$ 10) por ano e ainda oferece compartilhamento encriptado de arquivos.

O software é de código aberto e utiliza padrão de criptografia AES-256, mais segura que da maioria dos gerenciadores gratuitos. Além disso, o Bitwarden permite sincronizar suas senhas mais de um dispositivo.

Dashlane

O Dashlane gratuito tem sincronização com apenas um dispositivo, limite de registro de até 50 senhas, e um gerador automático de senhas. Entretanto, ele se destaca mesmo pela versão Premium no plano família, de R$ 28 (US$ 6) por mês.

Dashlane identifica quando sua senha foi comprometida e qual programa foi responsável por vazamentoDashlane identifica quando sua senha foi comprometida e qual programa foi responsável por vazamentoFonte:  Dashlane 

Além de oferecer 6 contas individuais, ele traz monitor de dark web com alerta em caso de vazamento, e uma VPN embarcada. Outra vantagem é que ele tem extensões para navegadores de PC, sendo possível utilizar inclusive sua VPN nesses dispositivos.

RememBear

Desenvolvido pela mesma empresa do TunnelBear VPN, o RememBear foca em ser simples e fácil de usar. Ele garante o básico de proteção de um gerenciador de senhas com interface intuitiva, sem precisar conhecer termos complexos de segurança.

RememBear não limita recursos na versão gratuita, mas só sincroniza com um dispositivoRememBear não limita recursos na versão gratuita, mas só sincroniza com um dispositivoFonte:  RememBear 

A assinatura custa R$ 28 (US$ 6) por mês, um pouco cara para um plano apenas individual, mas a versão gratuita oferece todos os recursos, com o limite de sincronização com apenas um dispositivo.

1Password

O 1Password tem possivelmente um dos planos familiares mais interessantes dessa lista. Além de custar R$ 24 (US$ 5) por mês, ele mermite resgatar contas bloqueadas de membros da família e limitar quais informações cada membro pode visualizar.

1Password não possui versão gratuita, mas plano familiar conta com recursos interessantes1Password não possui versão gratuita, mas plano familiar conta com recursos interessantesFonte:  1Password 

Infelizmente ele não possui versão gratuita, o plano individual sai por R$ 12 ao mês e oferece praticamente os mesmos recursos dos outros gerenciadores. Todos os planos são cobrados anualmente em uma única parcela.

aWallet

O aWallet não tem versão para PC, apenas smartphones Android e iOS. Apesar de sua versão gratuita não ser completa, ele não conta com assinatura mensal e pode ser comprado em um único pagamento de R$ 33 na Play Store e R$ 39 na App Store.

O aWallet conta com modo escuro e tem gerador de senhas personalizadasO aWallet conta com modo escuro e tem gerador de senhas personalizadasFonte:  Google Play Store 

O desbloqueio por biometria a função de importar dados por arquivo CSV (valores-separados-por-vírgulas) só estão disponíveis na versão PRO, que também traz um gerador de senhas personalizável, onde é possível definir tamanho e parâmetros das senhas.

Vantagens de usar um gerenciador de senhas

Mesmo usuários com práticas saudáveis de segurança de dados estão sujeitos a ter suas senhas vazadas. A maioria dos aplicativos gratuitos funcionam apenas como ferramenta para não precisar trocar suas senhas de um todo mês por não se lembrar.

No entanto, com a digitalização da economia, mais do que senhas seguras, ter um bom gerenciador com monitoramento constante de eventuais vazamentos é importante principalmente para fugir de golpes que podem custar bem mais que a mensalidade desses serviços.

Veja a postagem original em: TecMundo

Compartilhe