Embrapa e parceiros lançam variedade de mandioca com alto teor de amido nesta sexta, 7

A Embrapa Mandioca e Fruticultura de Cruz das Almas, a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e a Bahiamido lançam a variedade de mandioca BRS Novo Horizonte, nesta sexta-feira (7/12), a partir da 8h30, na Bahiamido, Fazenda Novo Horizonte, em Laje.

Ela é indicada para a produção de amido para indústria nas microrregiões baianas de Valença, Jequié e Santo Antônio de Jesus.

Segundo o pesquisador Eder Oliveira, a mandioca BRS Novo Horizonte teve bons resultados na indústria e no campo. “Pela qualidade do amido, ela pode ser usada na fabricação de produtos que hoje têm um valor agregado maior. Na indústria eles gostaram muito disso. E o setor agrícola, tem gostado dela pela taxa multiplicativa e pela capacidade de produção do material. Isso é um fator importante porque uma indústria que busca eficiência tem que balancear a produção de parte aérea ou taxa multiplicativa com a qualidade da raiz”, explica.

Para Manoel Oliveira, encarregado de desenvolvimento agronômico da Bahiamido, o ponto principal dessa mandioca é o acúmulo de amido. “Ela consegue entrar com uma renda muito alta na indústria, tanto que a gente obteve 33% na extração. São índices que nem no Paraná [maior região produtora de amido do país] atinge”.

As pesquisas tiveram início em 1998, quando o Programa de Melhoramento Genético da Mandioca era liderado pela pesquisadora Wania Fukuda. Depois de 17 ensaios competitivos realizados entre 2011 e 2016, a BRS Novo Horizonte demonstrou características agronômicas superiores em relação às principais doenças da parte aérea (antracnose, mancha parda, mancha branca e queima das folhas) e de raízes (podridão radicular).

Características da mandioca BRS Novo Horizonte

A cor clara da casca, que facilita a extração de amido sem traços escuros — o que aumenta a qualidade do produto para a indústria de alimentos que utiliza o amido nativo, como a indústria de fécula para tapioca — é outro ponto positivo. “Para nós, industrialmente, é fantástico”, afirma Manoel. O elevado teor de matéria seca nas raízes, aproximadamente 36,98%, também aumenta a eficiência industrial na extração de amido.

Nos testes, em média, a produtividade de raízes colhidas da BRS Nova Horizonte entre 11 e 12 meses após o plantio foi de 27,5 toneladas por hectare, enquanto as concorrentes locais oscilaram entre 12,1 e 17,8 t./ha.

O porte reto, com algumas ramificações acima de 1,50 m de altura, confere aptidão ao cultivo mecanizado, maior adensamento de plantas e ampla cobertura do solo, de forma a reduzir a ocorrência de plantas daninhas.

Produção local

Serviço:

Evento: Lançamento da variedade de mandioca BRS Novo Horizonte

Data: 7/12/2018, de 8h30 às 12h

Local: Bahiamido S/A, Fazenda Novo Horizonte, BR-101 km 279 – Laje (BA).

Público: Agentes multiplicadores de Serviços Territoriais de Apoio à Agricultura Familiar (Setafs), Serviços Municipais de Apoio à Agricultura Familiar (Semafs) e secretarias de Agricultura do Recôncavo e Baixo Sul. *Ascom

SERVIÇO:

8h – 9h: Recepção dos convidados e credenciamento

9h – 9h15: Desempenho agronômico da BRS Novo Horizonte (Eder Oliveira – Embrapa)

9h15 – 9h30: Apresentação institucional sobre a Bahiamido (Manoel dos Santos Oliveira Filho – Bahiamido)

9h45 – 10h: Características de rendimento e aproveitamento industrial da BRS Novo Horizonte (Denison Rocha de Carvalho – Bahiamido)

10h – 10h20: Deslocamento em ônibus à Fazenda Capela

10h20 – 11h30: BRS Novo Horizonte – Fazenda Capela (Eder Oliveira e Helton Fleck – Embrapa)

11h30 – 12h: Retorno à Bahiamido e encerramento

Informações: telefone (75) 3312-8025

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *