SEM MOTIVO: Homem que agrediu estudante é preso

Edson contou que havia sido agredido momentos antes do crime e resolveu descontar a violência na primeira pessoa que encontrasse

Edson Rodrigues dos Santos, de 27 anos, identificado como o homem que aparece num vídeo, registrado por câmeras de segurança, desferindo um soco e pontapés no estudante Kaíque Abreu, 22, foi apresentado nesta quarta-feira (14/2), no auditório da Polícia Civil, na Pituba, em Salvador.

Em depoimento prestado no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Edson contou que havia sido agredido, momentos antes do crime, e resolveu vingar-se do ataque na primeira pessoa que encontrasse.

O delegado José Bezerra, diretor do DHPP, informou que a prisão ocorreu no início da manhã desta quarta (14), quando policiais localizaram o criminoso em sua residência, na Capelinha de São Caetano. Horas antes, outras pessoas que estavam com Edson, foram identificadas e conduzidas ao DHPP, para serem ouvidas.

Crime

A polícia apurou que a agressão ocorreu por volta das 3h, da sexta-feira (9), na Rua Manoel Barreto, na Graça. Edson viu Kaique caminhando, sozinho, o agrediu e, em seguida, fugiu em um caminhão. Uma adolescente que passou pelo local minutos depois acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que prestou os primeiros socorros e encaminhou a vítima para um hospital particular, na Barra.

Na tarde de sexta, familiares do estudante registram a ocorrência na 14ª Delegacia Territorial (DT/Barra) e apresentaram as imagens onde o rapaz aparece sendo ferido. “Câmeras da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e do sistema de monitoramento dos prédios daquela rua ajudaram a polícia a identificar o veículo que Edson usou para sair do local”, explicou a delegada Carmem Dolores, titular da 14ª DT/Barra.

Investigação

Uma rede de monitoramento foi articulada, a partir da identificação do veículo utilizado por Edson na fuga. “Esperamos o caminhão voltar ao circuito e o monitoramos até o local onde o proprietário o estacionava”, revelou o diretor do DHPP. Bruno Fernando Ribeiro Batista, 30, além de dono do caminhão, também foi identificado pelas imagens como o condutor do veículo no dia do crime.

No momento da prisão, Bruno estava acompanhado de um adolescente, 17, que também presenciou a ação violenta. Ambos foram conduzidos ao DHPP e admitiram ter visto o momento do crime. O adolescente foi encaminhado à Delegacia para Adolescente Infrator (DAI), enquanto que Bruno vai responder por omissão de socorro e favorecimento pessoal.

Mais dois adolescentes, já identificados, que estavam na companhia de Bruno, serão intimados para prestar depoimento. Edson será encaminhado para audiência de custódia. O caminhão, que foi apreendido, passará por perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Fotos Divulgação/PC

Leave a Reply