Denúncia: Professor da Uneb tem prisão decretada por assédio sexual em Jacobina

O professor Thiago de Oliveira Moreira, da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), teve prisão preventiva decretada por determinação da Justiça Criminal de Jacobina. Ele também já foi afastado das suas funções na instituição de ensino e é considerado foragido.

De acordo com o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), responsável por elaborar o pedido de prisão, mais de uma dezena de alunos e alunas relataram crimes de assédio sexual, ameaças e lesões corporais. As denúncias foram usadas para embasar a solicitação feita à Justiça.

Thiago tomou conhecimento do decreto de prisão preventiva por meio de seu advogado e ficou de se apresentar à Justiça ainda nesta quinta. Como não compareceu, passou a ser considerado foragido. O professor lecionava Direito Constitucional no campus de Jacobina da Uneb e também atuava nas cidades de Irecê e Itaberaba. Ele também acumula a função de procurador jurídico de Morro do Chapéu.

Ainda segundo o MP-BA, Thiago também é acusado pela prática de crimes contra a Administração Pública, como prevaricação e supressão de documentos públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *