BA-VI: Vitória tem 5 expulsos e jogo acaba 13 minutos antes

O jogo entre Vitória e Bahia acabou 13 minutos antes neste domingo (18/2), no Barradão, em Salvador, pela sexta rodada do Campeonato Baiano. Cinco jogadores do Vitória foram expulsos aos 32 minutos do segundo tempo. Pelo Bahia, dois titulares e dois reservas receberam cartão vermelho no 1 a 1.

A partida não pode acontecer com apenas seis atletas de um time em campo. O árbitro Jaílson Macedo de Freitas foi então obrigado a terminar a partida que era para ser o “Clássico da Paz”.

A confusão entre os jogadores começou aos 4 minutos do segundo tempo, depois do empate do Bahia, com Vinícius, de pênalti — Denílson havia feito o gol dos donos da casa. O meio-campo comemorou com sua tradicional dança em frente à torcida do Vitória e os jogadores não gostaram. Fernando Miguel partiu para cima do jogador. Kanu e Denílson chegaram a agredir o atleta.

Ao todo, Kanu, Bruno Bispo, Uillian Correia, Rhayner e Denílson (Vitória) e Lucas Fonseca e Vinícius (Bahia) foram expulsos. Os jogadores do Bahia criticaram o técnico Vágner Mancini, que teria pedido para que os jogadores cavassem mais uma expulsão, a de Bruno Bispo. Do outro lado, Mancini diz que a diretoria do Bahia fez provocações ao longo da semana. Esse foi o primeiro Ba-Vi com torcida mista após seis confrontos.*R7

Fotos Margarida Neide/FolhaPress

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *