Suspeito de matar torcedor do Bahia tem prisão preventiva decretada

da Bahia determinou a prisão preventiva do jovem de 25 anos suspeito de participar da morte do torcedor do Bahia Carlos Henrique de Deus, de 17 anos, em Salvador. A decisão foi tomada na manhã desta terça-feira (11), durante audiência de custódia, segundo informou a delegada Patrícia Ribeiro, da 3ª Delegacia de Homicídios, que investiga o crime.

De acordo com a delegada, Pietro Henrique Caribé Pereira, que foi preso em flagrante na segunda-feira (10) e estava na carceragem do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), foi encaminhado ao sistema prisional. A namorada do suspeito e o irmão dela prestaram depoimento no DHPP nesta terça-feira.

Segundo a delegada, durante depoimento na segunda-feira, o suspeito negou envolvimento no crime, mas foi reconhecido por testemunhas e identificado por Isaías Sousa Santos, que é amigo de Carlos e que também foi baleado no ataque, mas sobreviveu.

Conforme a polícia, Pietro já tem passagem por furto de veículos e chegou a ficar dez dias preso, em fevereiro desse ano, por agressão e roubo contra outro torcedor do Bahia, durante uma briga.

A delegada Patrícia Brito informou que o suspeito é estudante de direito, motorista do Uber e segurança de uma faculdade particular da capital baiana. No entanto, em contato com o G1, a assessoria do Uber informou que Pietro foi desligado do serviço de transporte por aplicativo, mas não especificou quando.

Carlos Henrique de Deus, de 17 anos, morreu baleado após BA-VI (Foto Reprodução/TV Bahia)

Leave a Reply