“Na contramão da crise, a administração municipal enxuga custos, investe, otimiza recursos e avança”, defende o líder do governo na Câmara, vereador Uberdan Cardoso

Cristina Pita

O líder do Governo na Câmara Municipal de Santo Antônio de Jesus, Uberdan Cardoso, do PT, divulgou nas redes sociais um manifesto em que explica o objetivo do encontro que ocorreu na última quinta-feira (14/12) na sede da Associação Comercial e Empresarial de SAJ (ACESAJ), onde o prefeito Rogério Andrade (PSD) e o secretário da Fazenda, Joaquim Bahia, perante a diretoria das entidades empresariais, se comprometeram a reformular parte do projeto de lei que reajusta o IPTU para 2018.

De acordo com Uberdan Cardoso, os protestos e polêmicas de opositores ao PL do IPTU vai de encontro a uma medida da Prefeitura que faz justiça social, ampliando a base de isenção fiscal e, portanto, tem uma grande importância para a população de baixa renda. “O teor do Projeto, como andam dizendo nas redes (sociais), não será modificado, até porque a prerrogativa é fazer Justiça Social, o que deverá ser modificado é a redação do texto que só vai confirmar que não há, não houve, nem haverá abusos ou injustiças”, garantiu.

Segundo afirmou o vereador, na reunião, o prefeito e o secretário apresentaram aos diretores da Acesaj um ‘detalhado diagnóstico sobre a real situação dos fatos que envolvem a atualização da Planta Genérica do município e que infere no reajuste do IPTU e do ITIV, as possibilidades de investimento e outros temas afins’. “O prefeito e o secretário expuseram criterioso mapa administrativo e financeiro, demonstrando como a gestão tem atentado para a economicidade sem perder a perspectiva do desenvolvimento sócio econômico”, justificou.

Ainda conforme o vereador, na oportunidade foi demonstrado redução na receita e aumento das despesas, mesmo com cortes em gastos com pessoal e contas de energia, água, telefone, entre outros. “A administração pública municipal tem pautado como prioridade o “Dever de Casa” e, na contramão da crise, enxuga os custos, investe, otimiza recursos e avança.  Pena que para isso nem todas as medidas sejam “doces”, mas a gestão tem tido a coragem de planejar a cidade que merecemos”, defendeu Uberdan Cardoso.

O vereador reforçou que a idéia da reunião com a diretoria da Acesaj foi demonstrar a ‘preocupação que a gestão atual tem com a transparência e a ética’. “Tornar mais clara a redação da Emenda que diz que em 2018 teremos o reajuste com o LIMITADOR, as faixas de isenção e as políticas de desconto e a partir de 2019 o pagamento do IPTU terá como base de cálculo o que se pagou em 2018 mais a inflação”, salientou.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *