Jornalista agredido por PM recebe alta

A Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar as circunstâncias da prisão dos jornalistas Felipe Tomaz Sant’ana, correspondente da TV Globo em Nova York, e Bruno Aversa Dellalata, que recebeu alta do Hospital Aliança na manhã desta segunda-feira (27).  A Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que o caso começou a ser apurado e testemunhas já foram ouvidas.

ENTENDA O CASO

Os dois  jornalistas foram detidos em uma confusão com policiais militares durante o desfile do bloco Coruja, no Circuito Osmar (Campo Grande), em Salvador, com a banda Timbalada, no domingo (26), nas imediações da Casa D’Itália. No tumulto, não esclarecido, Bruno foi ferido no supercílio e levado ao centro médico, enquanto Felipe foi conduzido por desacato à Central de Flagrantes, onde foi ouvido e liberado. Os PMs envolvidos também prestaram esclarecimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *