Gripe e ‘otras cositas más’ são obstáculos no caminho dos mexicanos

Segundo o jornal mexicano El Universal, parte do time pegou gripe nos últimos dias em Rostov, onde o México perdeu por 3 a 0 para a Suécia, pela terceira rodada da primeira fase.

Os sintomas da doença teriam se agravado porque o hotel da concentração estava com o ar-condicionado ligado em uma temperatura muito baixa para amenizar o forte calor da cidade. O choque térmico fez com que alguns jogadores tivessem febre.

O goleiro Guillermo Ochoa, um dos destaques da equipe, recebeu uma má notícia nos últimos dias. A casa onde os pais dele moram na Cidade do México foi invadida por bandidos na noite de sábado (30/6). A imprensa do país noticiou que foram levados pertences valiosos. O imóvel estava sem nenhum ocupante no momento do crime.

Os problemas, porém, não desanimam a seleção mexicana. Os jogadores disseram no último dia terem o sonho de fazer história e levar pela primeira vez o país às quartas de final de uma Copa disputada fora do México. *Metrópoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *