Atlético Nacional é recebido com festa em Chapecó para jogo da Recopa

O elenco do Atlético Nacional (COL) foi recebido com festa em Chapecó no início da tarde desta segunda-feira, 3. A delegação colombiana pousou no aeroporto de Chapecó pouco antes das 14h, e o avião foi saudado com um jato d’água por parte dos bombeiros. Ao desembarcarem, os jogadores do time de Medellín receberam medalhas com os dizeres “Campeões do mundo em respeito e solidariedade”.

Os jogadores colombianos foram saudados por bandeiras da Chapecoense e do próprio Nacional, erguidas por jovens da base do time catarinense, e receberam cumprimentos do presidente da Chape, Plínio David de Nês. O prefeito de Medellín, Federico Gutiérrez Zuluaga, viajou com a delegação do Atlético Nacional e foi recebido pelo prefeito de Chapecó, Luciano Buligon.

Depois da tragédia com a aeronave da LaMia, que vitimou boa parte do elenco da Chapecoense na viagem à Colômbia para a final da Copa Sul-Americana em novembro, o time de Chapecó desenvolveu uma relação especial com o Nacional de Medellín, que seria o adversário naquela decisão. O próprio Nacional pediu à Conmebol que a Chape fosse declarada campeã da Sul-Americana.

Como vencedor do torneio, o time catarinense joga a Recopa contra o próprio Nacional, que foi campeão da Libertadores de 2016. O jogo de ida acontece nesta terça-feira na Arena Condá, às 19h15m. Já a segunda partida será no dia 10 de maio, em Medellín.

Mais homensagens 

As homenagens e agradecimentos ao Atlético Nacional prosseguem nesta segunda-feira, com uma cerimônia na Câmara de Vereadores de Chapecó à noite. Na tarde de terça, antes do jogo, haverá o lançamento da pedra fundamental do “Parque Medellín”, que será construído em Chapecó. Haverá ainda um abraço de torcedores na Arena Condá e shows musicais antes da partida.

Devido à programação de homenagens na cidade, a Chapecoense fez um pedido à Conmebol que liberasse a realização da partida no estádio, que tem menos de 40 mil lugares — exigência da entidade para a realização de decisões sul-americanas. Haverá ainda, no intervalo da partida de terça, a exibição de vídeos na Arena Condá com depoimentos de personalidades do futebol e do mundo artístico sobre a trajetória recente da Chapecoense, que tenta se reconstruir meses após a tragédia. (Com informações de O Globo. Fotos Reprodução/Tweeter)

Leave a Reply