3,6 milhões de eleitores perderam o título por falta de cadastro biométrico

Pelo menos 3,6 milhões de brasileiros não poderão votar nas eleições deste ano devido a falta de cadastramento biométrico, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os eleitores que não quitaram suas dívidas junto ao órgão tiveram seus títulos eleitorais cancelados.

O número diz respeito aos eleitores de 862 cidades de 17 estados que passaram por revisão biométrica obrigatória entre 2017 e 2018, segundo levantamento realizado pelo G1.

No total, 1.244 de 22 estados participaram da revisão 2017-2018, mas os TREs de 5 estados (Espírito Santo, Paraíba, Pernambuco, Roraima e Rondônia) não informaram quantos títulos foram cancelados. Os demais estados e o DF já haviam feito a revisão biométrica em anos anteriores (no Amazonas, o processo não foi obrigatório).

O prazo para registrar as digitais para as eleições deste ano acabou no primeiro semestre (9 de maio). O eleitor que não respeitou o prazo de seu estado e não regularizou sua situação teve seu título cancelado.

O cadastro eleitoral vai ser reaberto em 5 de novembro.

No total, 73,7 milhões, 50% do eleitorado apto, vão votar usando a biometria nas eleições de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *