Segurança é preso e confessa ter matado Rayane após oferecer carona para a jovem em Guararema, diz polícia

A Polícia prendeu em Guararema, na noite de terça-feira (30), Michel Flor da Silva, de 28 anos, pelo assassinato de Rayane Paulino Alves, de 16 anos.

Segundo a polícia, o segurança confessou que matou a jovem depois de ter oferecido uma carona para ela.

Para a polícia houve estupro, mas homem alega que relação sexual foi consensual e que depois a adolescente “surtou”.

Rayane ficou desaparecida por oito dias, depois de sair de uma rave em um sítio no limite entre Mogi das Cruzes e Guararema. O corpo dela foi encontrado no último domingo (28).

A jovem teria saído da festa e pegado carona com um motorista de aplicativo até a Rodoviária de Guararema.

Segundo a polícia, o motorista da primeira carona prestou depoimento e realmente deixou a adolescente no local, onde ela pegaria um ônibus para Mogi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *