Jojo todynho declara apoio a Bolsonaro após avó de 74 anos ser assaltada

A cantora Jojo Todynho foi parar nos assuntos mais comentados do Twitter depois de se revoltar com um assalto sofrido pela família dela nesta sexta-feira. Segundo a artista, a avó dela, de 74 anos,  e tias dela, foram roubadas, à mão armadas, enquanto estavam em um veículo de aplicativo. Nervosa, Jojo chegou a citar que ‘não tem pena de vagabundo’, pediu para o Brasil acordar, e criticou os direitos humanos. Jojo todynho declara apoio a Bolsonaro

Por meio de vídeos postados no Instagram, a artista mostrou toda a sua indignação com a violência sofrida pelos familiares. “Belo presente de aniversário, né. Minha vó sai para fazer as coisas dela, né, e é abordada por quatro marginais. Minha vó, minhas tias. Botando arma na cara da minha avó. É o Brasil. Esse é o Brasil que as pessoas tanto depende (Sic.). Sabe para onde eles têm que ir? Para os quintos dos infernos. Não tenho pena de vagabundo não. Porque antes de chorar a minha avó, a minha mãe, minha família, tem que chorar a deles, entendeu?”, afirmou.

E as críticas continuaram. “Vocês têm pena? Eu não tenho pena não. Vem falar que eles são vítimas da sociedade? Vítima da sociedade é minha avó. Uma senhora de 74 anos que tem os seus problemas de saúde e tem que receber fuzil dentro da cara. Até quando? Acorda Brasil, acorda. Vocês estão dormindo. Eu quero justiça, e esse Brasil vai mudar. Acorda. Acorda e começa a ver o que está acontecendo”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *