Após denúncia, “Dr. Bumbum” é preso em centro empresarial do Rio

Foragido da Justiça desde o começo da semana, o médico Denis Cesar Barros Furtado, 45 anos, foi preso no Rio de Janeiro na tarde desta quinta-feira (19/7). O médico e a mãe, Maria de Fátima Furtado, estavam sendo procurados pela polícia.

Eles tiveram prisão decretada pela Justiça após a morte da bancária Lilian Calixto, 46. A mulher passou por um procedimento estético na cobertura de “Dr. Bumbum”, na Barra da Tijuca, durante o fim de semana. Morreu logo depois.

Após denúncia, a Polícia Militar do Rio de Janeiro acionou o setor de inteligência e prendeu o médico. “Dr Bumbum” estava em um centro empresarial da Barra da Tijuca, área nobre da capital carioca.

Mais cedo, a advogada do médico, Naiara Baldanza, disse que o cliente se entregaria no Rio até esta sexta-feira (20) no Rio. Ela garantiu que Denis não tem culpa na morte da bancária. “Nenhuma complicação foi observada durante o procedimento. Ela passou mal depois e entrou em contato com o dr. Denis, que a acompanhou até o hospital. Ele me disse que pediu para acompanhar de perto todos os procedimentos de saúde, mas não foi autorizado pelo hospital”, ressaltou.

Leave a Reply