IBITIARA: Hospital filantrópico fecha por falta de recursos

O Hospital Padre Aldo Coppola, no município de Ibitiara, vai fechar as portas por falta de recursos públicos. A denúncia é do Padre Nicivaldo de Oliveira Evangelista, diretor da unidade ao BNews, nesta segunda-feira (2/4).

O diretor falou sobre o corte de recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) para o hospital. Segundo o padre, o hospital, que é filantrópico, conseguia se manter através do repasse do SUS, no entanto, após um reajuste de 50% na Programação Pactuada e Integrada (PPI) não está mais sendo possível continuar com os serviços do hospital. Através de uma nota oficial, ele informou que nesta terça-feira (3/4) a unidade de saúde não funcionará mais.

Confira a nota na íntegra

Depois de muita ansiedade, tentativa de busca de soluções, muita espera e reflexão com muito sofrimento, chegamos a uma triste conclusão: ESTAREMOS NESTA TERÇA-FEIRA PRÓXIMA, DIA 03 DE ABRIL, FECHANDO AS PORTAS DO HOSPITAL PADRE ALDO, EM IBITIARA. Consideramos a decisão administrativa do Governo do Estado bastante equivocada quando resolveu estabelecer um corte de 50% dos recursos do SUS que mantinham o funcionamento da nossa unidade hospitalar. Com o recurso que recebia, já sofríamos sérias dificuldades para manter o funcionamento mínimo do Hospital, tendo que contar sempre com a ajuda da população.  Nosso quadro de funcionários opera no mínimo para a demanda existente. Imagine agora funcionar com metade do recurso?! Desde fevereiro tentamos entrar em diálogo com os gestores dos municípios de Novo Horizonte e Ibitiara para poderem buscar uma solução política junto ao Governo do Estado. Não obtivemos, concretamente, nenhuma resposta até o presente momento. Como Diretor Presidente da SABI, não posso permitir que um endividamento maior aconteça. Neste sentido, com muita dor e muito pesar, seremos obrigados a fechar o Hospital. Assim sendo, venho comunicar a todos os sócios, conselho fiscal, colaboradores do Hospital, e a população interessada, que amanhã às 19:30, no salão paroquial de Ibitiara, estaremos fazendo os devidos esclarecimentos sobre a nossa triste decisão.  

O outro lado

À publicação,  a Secretaria de Estado de Saúde da Bahia (Sesab) afirmou que as unidades de saúde privada e filantrópica apenas complementam os serviços do SUS e não há necessidade de manter os recursos após abertura do Hospital da Chapada, em Seabra. ‘’Com a abertura do Hospital Regional da Chapada em dezembro de 2017, com 101 leitos e serviços de média e alta complexidade, não haveria justificativa técnica para alocar recursos em hospitais filantrópicos, como em Ibitiara, sendo que o Estado possui uma unidade recém-inaugurada’’.

Contudo, o Hospital da Chapada atende a 11 municípios da região. Na inauguração do equipamento, em dezembro do ano passado, o governador Rui Costa informou que a unidade atenderia mais de 223 mil pessoas dos municípios beneficiados, com 101 leitos, UTIs, centros de imagem e cirúrgicos e ambulatório. A população de Ibitiara terá que se deslocar até Seabrapara atendimento.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *