Bolsonaro aciona TSE para impedir divulgação de pesquisa eleitoral

A defesa do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) ajuizou representação junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para impedir a publicação de uma pesquisa eleitoral do Datafolha. Além de pedir a concessão de liminar suspendendo a divulgação dos resultados da pesquisa, Bolsonaro também requere que ela seja proibida de circular definitivamente.

A ação foi ajuizada nesta terça-feira (30/1) e, por conta do recesso forense, a análise do pedido de cautelar deverá ser feito pela Presidência da Corte.

Na petição, a defesa de Bolsonaro afirma que o estudo “reserva tratamento difamatório, baseado em premissa reconhecidamente falsa”.

Uma das perguntas impugnadas pelos advogados questiona: “Você tomou conhecimento sobre denúncias envolvendo o patrimônio da família do deputado Jair Bolsonaro desde o início da sua carreira política?”.

Em outro momento, a defesa do parlamentar indica que determinadas perguntas supostamente beneficiariam o ex-presidente Lula.

“Nesse ponto, os questionamentos apresentados se revelam tendenciosos, com nítido objetivo de manipular, não apenas o eleitor consultado, mas também aqueles que do seu conteúdo tiverem conhecimento, tudo isso em benefício de uma determinada candidatura, cujo registro perante o TSE é natimorto. De outro lado, ao candidato ora representante, a “pesquisa” reserva tratamento difamatório, baseado em premissa reconhecidamente falsa”, diz a petição.

A ação foi ajuizada nesta terça-feira (30/1) e, por conta do recesso forense, a análise do pedido de cautelar deverá ser feito pela Presidência da Corte

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *