SAJ: Reunião do Conseg debate segurança nos bairros e localidades rurais

A reunião realizada pelo Conselho de Segurança – CONSEG na noite de quarta-feira (13), na Câmara de Vereadores, em Santo Antônio de Jesus (a 190 km de Salvador), serviu para que as forças de segurança pública que atuam no município, juntamente com os representantes e dirigentes das associações de bairros e comunidades rurais, definissem estratégias e ações de policiamento que alcancem mais bairros e localidades rurais. Vinte e cinco associações de bairros estiveram representadas no evento.

O evento aconteceu em três momentos. No primeiro, a direção do CONSEG explanou sobre o que é o Conselho de Segurança, sua história, objetivos e estrutura atual, através dos dirigentes Chico Fortaleza e Marcos Lessa. Lessa enfatizou a importância da participação da comunidade, através das associações de bairros, ‘para agir junto com as Polícias Civil, Militar e Guarda Municipal no que se refere ao trabalho de prevenção, para reduzir os índices de ocorrências criminais’.

Durante a reunião cada órgão da Segurança Pública teve a oportunidade de estabelecer contato com os participantes, levando questões referentes a prevenção da criminalidade e combate à violência, e esclarecendo o papel de cada uma das instituições junto à sociedade.

Demandas

No segundo momento, dirigentes e representantes das associações explanaram sobre os principais problemas que afetam a segurança, como a falta de infraestrutura. Ana Lúcia, da Associação Rural da Boa Vista, lamentou que o abastecimento de energia elétrica ainda não chegou a todas as localidades. “A falta de iluminação nos prejudica. A água demorou, mas chegou para alguns. Somos todos iguais e merecemos o mesmo tratamento de todo o município”, pediu.

Ionara Peixoto sugeriu uma força de segurança especializada para atuar na zona rural. “Precisamos de uma viatura especialmente para a zona rural. Um orçamento voltado para a segurança das comunidades”, disse.  Maiana, presidente da Associação dos Pequenos Agricultores da Sapucaia, espera que, além da atuação da polícia, o poder público municipal atue com programas de prevenção. “Temos que ter um trabalho social dentro das comunidades rurais para ajudar as forças de segurança. A associação já atua no social, com algumas atividads, como capoeira e outras, mas precisamos de mais”, reforçou.

Polícia Militar reforça trabalho conjunto

Tenente-coronel Irlando Oliveira (primeiro à esquerda), Guarda Civil e Bombeiros

O comandasnte do 14o BPM, tenente-coronel Irlando Oliveia, explicou o papel da Polícia Militar e do cidadão em relação a Segurança Pública, frisando a necessidade do envolvimento da comunidade com a polícia, com o objetivo de discutir, planejar e decidir conjuntamente as ações que visem solucionar problemas relacionados aos bairros e seu entorno.

Após ouvir as demandas e depoimentos dos representantes dos bairros e localidades rurais, o comandante, tenente-coronel Irlando Oliveira, expôs a atuação da PM no município. Segundo o coronel, os depoimentos das associações servirão de base para incrementar a atuação da PM. “Esses depoimentos servirão para balizar nossas ações daqui para frente. Vamos buscar ações pontuais diante desses depoimentos”, garantiu.

Sobre a zona rural, o comandante do 14o BPM lembrou que a CIPE Central já atua nas localidades. “O 14o Batalhão já vem fazendo um trabalho, embora de forma tímida, já que o foco, a nossa atenção ser maior na cidade. A CIPE Central já realiza um trabalho voltadio às  demandas de segnança na zona rural”, afirmou o militar.

O coordenador regional da Polícia Civil, delegado Edilson Magalhães, afirmou que a segurança é um problema mundial, e que em Santo Antônio de Jesus, cada instituição faz sua parte. “O interesse de todos em melhorar a segurança na cidade tem sido grande. MP, Polícias Civil e Militar, a população, a tendência é melhor a cada dia mais, se cada um fizer sua parte”, salientou.

Chico Fortaleza, do CONSEG, reassaltou que é possível pensar conjuntamente em soluções para o que é mais adequado para a população. “A participação da comunidade comprometida como um todo, é essencial no êxito na prevenção ao combate a criminalidade no município. E o CONSEG exerce papel importante nesta política de governo”, afirmou. Dessa reunião, o CONSEG fará um relatório, que será encaminhado as autoridades.

Secretária da Educação Cintia Souza, vereador Pedro de Teca; Coordenador Defesa Civil, Sargento Vinicius; vereadores Cal de Dodô e Chico de Dega

Participaram da reunião, a secretária municipal da Educação, Cintia Souza, os vereadores Cal de Dodô, Pedro de Teca, Doutor Francisco, Chico de Dega e Altemir; o coordenador da Defesa Civil, Sargento Vinícius; a Guarda Municipal, dirigentes das associações das bairros Alto Sobradinho e Santa Rita; SAJ 1, 2 e 3; Conjunto Habitacional Zilda Arns, e Urbis 4, e de localidades rurais como Boa Vista e Sapucaia, além do presidente do PMDB, Geraldo Reis.

Veja fotos:

Fotos BA Cidades (14/09/2017)

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *