Acusado de matar pedagoga em Mar Grande se apresenta à polícia

Acusado de matar a mulher, a pedagoga Helen Moreira, de 28 anos, Ângelo Silva de Souza, de 25, se apresentou na manhã desta segunda-feira (12), acompanhado de um advogado, na 24ª Delegacia Territorial de Mar Grande, em Vera Cruz, na Ilha de Itaparica. Companheiro da vítima, Ângelo é o principal suspeito do assassinato. Ele foi ouvido pelo titular da DT, delegado Geovane Paranhos e alegou ter cometido o crime por ciúmes.

Angelo Silva de Souza,  em depoimento à  polícia, contou que matou sua companheira após assistir a um vídeo no celular. ‘Ele disse que no video, armazenado no celular da vítima, ela estaria mantendo relações sexuais com outro homem’,  informou o delegado Geovani Paranhos ao Aratu Online.

Segundo o delegado, o autor relatou que ficou desesperado ao assistir a gravação. “Ele pegou uma faca foi ao quarto, onde a vítima estava, discutiu com ela e, em seguida, desferiu alguns golpes no pescoço e garganta da mulher”, contou o titular da DT.

Ainda de acordo com a polícia, o criminoso se apresentou acompanhado de um advogado e por ter livrado o flagrante de 24 horas, passadas após o crime, vai ficar em liberdade aguardando pelo processo judicial que deve ser instaurado.

O delegado informou ainda que o autor não conhece o homem que aparece no vídeo com a pedagoga, mas sabe onde ele trabalha. “Vamos chamá-lo aqui para ouvir, também, o seu depoimento”, disse.

Helen foi assassinada pelo companheiro na última sexta-feira (9), em casa. A jovem foi encontrada morta, com três golpes de faca no pescoço. O casal morava em cima da casa da mãe de Ângelo, onde aconteceu o crime. Ângelo estava desaparecido desde o dia do crime.

Nas redes sociais os amigos da pedagoga deixaram inúmeras mensagens. Uma delas foi a nota de pesar compartilhada pela comunidade acadêmica do campus I da Uneb:

Nota de pesar

É com enorme pesar que nós do Quilombo Ilha lamentamos o falecimento de Helem Moreira, ex aluna.- nossa colaboradora, pedagoga, formada pela UNEB. Voltou para o Quilombo Ilha e estava ajudando na coordenação. Até o momento, a informação que temos foi que Helen foi brutalmente assassinada na manhã de hoje(9) e o principal suspeito é seu companheiro. No decorrer do dia passaremos mais informações sobre local do velório. Sonhamos e acreditamos em um mundo melhor, mesmo com todos os problemas encontrados no dia a dia. Hoje um sorriso de lutas deixou de brilhar conosco e foi trilhar outro caminho de Luz.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *