MARAGOGIPE:Operação da Polícia Federal desarticula esquema de fraude em benefícios previdenciários

Uma operação montada pela Polícia Federal (PF) para desarticular quadrilha especializada em fraudar benefícios previdenciários em Salvador e Maragogipe (a 133 km de Salvador), no Recôncavo baiano, cumpriu cinco mandados de busca e apreensão, na manhã desta quarta-feira (31). Segundo a PF, o esquema causou R$ 635 mil de prejuízo aos cofres da Previdência Social.

De acordo com a Polícia Federal, a quadrilha atuava desde 2014 e era formada por pelo menos um intermediário e possível participação de dois servidores do INSS lotados na Agência da Previdência Social, em Maragogipe. Os integrantes da quadrilha recrutavam pessoas residentes em Salvador e fraudavam documentos para comprovação de tempo de contribuição, na condição de contribuinte individual ou empregado.

Os benefícios eram requeridos na Agência da Previdência Social em Maragogipe, onde servidores do INSS envolvidos no esquema criminoso facilitavam as concessões e empréstimos consignados para o pagamento das fraudes.

Os mandados da Operação Maraús foram cumpridos por 18 policiais federais e 5 servidores da Secretaria da Previdência do Ministério da Fazenda. Ainda segundo a PF, o valor do prejuízo evitado pela ação, ao considerar a expectativa de vida constante na tabela do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é de R$ 4,77 milhões.

Os envolvidos no esquema serão indiciados pela prática dos crimes de estelionato contra a Assistência Social (Art. 171, § 3º CPB), associação criminosa (art. 288 CPB) e declaração falsa em documentos públicos (art. 299 CPB).

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *