Guto Ferreira pretende manter rodízio no Bahia nas próximas partidas

Treinador diz que equipe “ainda carece de acelerar processos, evoluir aspectos físicos, técnicos, táticos”. Bahia venceu o Moto Club por 2 a 0, pela Copa do Nordeste

A estratégia adotada por Guto Ferreira para esse início de temporada é rodar o elenco. Para tentar evitar as lesões e fazer com que os atletas alcancem um bom patamar físico, técnico e tático, o treinador do Bahia tem rodado o elenco e colocado em campo equipes completamente diferentes em partidas do Campeonato Baiano e da Copa do Nordeste.

Mas esse rodízio tem prazo de validade. Guto sabe que os atletas só adquirem ritmo e entrosamento com uma sequência de jogos, por isso, no futuro, ele avisa que vai passar a usar apenas uma equipe nas partidas.

– Vamos trabalhando até achar um estágio que a gente vai ter que, lá na frente, fazer diferente. Duas, três partidas, para dar um ritmo mais acelerado. Não vamos poder ficar totalmente para trás. Mas a gente ainda carece de acelerar processos, evoluir aspectos físicos, técnicos, táticos, e os outros também. Daqui a pouco, vai acontecer o que todo mundo quer, que é afunilar e ter uma equipe só. Mas mesmo essa equipe vai estar rodando. Não vai rodar dez jogadores, mas pode rodar três, quatro, cinco. O processo não vai deixar de existir, porque precisamos sempre ter uma equipe sem correr risco de lesão e apresentar um futebol de alta intensidade – avaliou.

Guto concedeu entrevista logo após o triunfo sobre o Moto Club. Com a equipe considerada titular, o Bahia venceu o adversário por 2 a 0, no último sábado, em Pituaçu, jogo válido pela Copa do Nordeste.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *